Home / Galerias de Fotos / Ordenação Sacerdotal e Diaconal (Permanente) na Catedral de Sto. Antônio.

Ordenação Sacerdotal e Diaconal (Permanente) na Catedral de Sto. Antônio.


03/12/2017   09:36:23

FACEBOOK GOOGLE PLUS TWITTER

Ordenação Sacerdotal e Diaconal (Permanente) na Catedral de Sto. Antônio.

Na manhã deste I Domingo do Advento (03), em que a Igreja inaugura um novo Ano Litúrgico, aconteceu na Catedral de Sto. Antônio, duas ordenações: sacerdotal e diaconal, simultaneamente.
Pela Imposição das mãos episcopais de S. Exa. Rev.ma Dom José Ruy, foram ordenados Presbítero e Diácono Permanente, os senhores Adalberto Neves e Benício Alves, respectivamente.
Sacerdotes de nosso presbitério, de dioceses circunvizinhas, monges do mosteiro de São Bento (Salvador), e religiosos, concelebraram; além da assistência litúrgica de diáconos; e a participação de seminaristas, vocacionados, familiares e amigos dos ordenandos.
Durante a homilia, Dom José Ruy, referindo-se ao mistério do sacerdote, dizia:
"(...) Quase muito se fala do ministério sacerdotal, pouco ou nada do "mistério" do sacerdócio. Uma teologia pouco católica desfigurou o sacerdote a um homem comum. Um herói social, defensor dos fracos e oprimidos e quase nada de um de coração e de contemplação. Fato é, como dizia no Ano Sacerdotal aos seminaristas, 'o mundo tem ainda muita necessidade de sacerdotes. Que falem de Deus ao mundo e que apresentem o mundo a Deus'(...)". Prosseguiu o Prelado, "(...) o mistério de um sacerdote é a sua Oferenda. Sua oferenda é Cristo. O seu próprio desafio é sentir e saborear o Cristo como oferta. Sua pessoa e seu mistério é tudo (...)".
Dirigindo palavras ao candidato ao diaconato, o Mitrado salientou: "(...) Mãos para servir e oferecer. Coração para amar e rezar! Assim podemos resumir este rito da Ordenação Diaconal de Benício. A este casal simples [Benício e Valéria] dedico estas breves palavras: pessoas simples, humildes, mas de um coração brilhante que se revela no sorriso de Valéria, mas também na grande disponibilidade de Benício (...)".
"(...) Mãos para servir e oferecer. Coração para amar e rezar! Também assim podemos resumir esta Ordenação Sacerdotal de Adalberto. Maduro na fé, já consagrado a Deus por inspiração de São Bento. Lembre-se sempre do Santo Cura D'Ars. Conheça, ame e aprecie São João Maria Vianey. Ele é o seu novo pai (...)".
Aos Ritos Finais, emocionados, os neo ordenados expressaram sua gratidão à Deus, ao bispo, familiares e amigos, por todo o bem, motivação e oração. O diácono Benício exercerá seu ministério diaconal na Catedral; o neo-sacerdote servirá na Paróquia S. Sacramento, no Curral Novo, em Jequié. Foram acolhidos fraternalmente ao clero diocesano.
A Deus, autor e fonte de todas as vocações, nossos louvores e agradecimentos!